Tipos de cristais esotéricos

Procurando saber mais informações sobe cristais esotéricos e seus tipos? Então tenho que lhe dizer que chegou na página correta, pois iremos abordar este assunto tão especial sobre os vários tipos de cristais e sua formas.

Como a grande maioria das pessoas já sabe, as pedras preciosas possuem características peculiares que podem potencializar determinadas ações, sentimentos e até mesmo a própria relação do ser com o plano espiritual. E neste último caso, ou seja, quanto a ligação do material com o plano mais sutil do cosmos é que atuam as famosas pedras esotéricas, mas quais os tipos de cristais esotéricos existentes? Quais as suas principais características? Como podemos nos beneficiar do seu uso? Continue lendo o artigo e saiba mais sobre esse interessante tema!

Diretamente falando, os tipos de cristais esotéricos são: atlante, tabular, entalhado, cetro, Ísis, gêmeos, transmissor, elo do tempo, catedral, raio, masculino e feminino, variando basicamente a forma como são lapidados.

Descrevendo os diferentes tipos de cristais esotéricos

Cristal atlante: possui desenhos em forma de pirâmides em seu exterior e funciona como uma espécie de portal facilitador de ensinamentos, aprendizados e sabedoria espiritual.

Cristal tubular: é um cristal achatado e com bordas extremamente largas. É muito utilizado por aqueles que buscam respostas íntimas, autoconhecimento, autocontrole, autoperdão e a eliminação de traumas e conflitos internos.

Cristal entalhado: possui no seu exterior desenhos que lembram a antiga escrita cuneiforme usada no Antigo Egito. Ele é frequentemente utilizado por aqueles que desejam conhecer as suas vidas passadas.

Cristal cetro: também chamado de quartzo celestial, é desforme e com algumas “manchas”, sendo utilizado para diferentes terapias de cura, tanto do corpo material como do imaterial.

Cristal Ísis: popularmente conhecido como cristal deusa (Deusa Ísis da mitologia), possui no seu cume um pentágono irregular de grande beleza. Favorece projetos, trabalhos e transmissão de conhecimento.

Cristal gêmeos: esse é muito fácil de identificar, pois numa única peça se tem dois cristais muito bem definidos e de tamanhos diferentes. É excelente para unir amigos, casal e família.

Cristal transmissor: este possui dois pentágonos intercalados graciosamente por triângulos em seu cume. Ele é utilizado para elevar as vibrações pessoais e fazer “transmissões” para o mundo espiritual.

Cristal elo do tempo: este é um pouco mais difícil de identificar, tem um retângulo bem definido numa de suas laterais! Os exotéricos acreditam que este cristal pode fazer uma ponte com questões que envolvam o passado e o futuro.

Cristal catedral: tem esse nome por ter no seu cume uma lapidação que guarda semelhança com uma catedral. Serve para nos ajudar na elevação espiritual, pois dizem que essa peça contém em si a grande sabedoria de povos do passado.

Cristal raio: possui em seu interior um brilho semelhante a um raio, já que em algum momento da antiguidade foram atingidos por raios de verdade. Eles tem várias utilidades, mas são usados principalmente para todas as questões que envolvem o amor.

Cristal masculino: possui um losango inclinado para baixo e muito usado para renovar as energias do ambiente, além de equilibrar as energias relacionadas com o físico e o espiritual.

Cristal feminino: possui um losango inclinado para cima. Serve como uma espécie de recipiente para guardar energias. Energias especiais de florestas, mares, rios, etc.

Imagens dos tipos de cristais

Como podemos nos beneficiar do uso dos cristais esotéricos?

De fato os cristais esotéricos e suas terapias associadas podem ajudar qualquer ser humano nas mais diversas questões da vida, no entanto notem que seus principais aspectos (para todos os cristais citados no tópico anterior) possuem relação íntima e especial com tudo aquilo ligado ao plano espiritual.

Portanto, para que possamos utilizar cada um deles corretamente, de acordo com as características próprias de cada cristal, é necessário passar por três fases diferentes e muito importantes: a fase de diagnóstico, a fase de pesquisa e, por fim, a escolha da técnica adequada.

Fase de diagnóstico

Essa é uma fase muito importante onde devemos ter calma e analisar com grande seriedade tudo aquilo que estamos sentindo ou precisando. Sem invenções, sem vaidades e com muita cautela, já que é a partir dessa fase inicial que toda a terapia será baseada.

Dessa forma, após sabermos com exatidão o que queremos, devemos nos lançar à pesquisa.

Fase de pesquisa

Após completarmos a fase de diagnóstico e sabermos exatamente aquilo que devemos procurar é chegado o momento da pesquisa onde você escolherá os tipos de cristais esotéricos mais adequados para a sua situação em especial.

Normalmente, como existem muitas variantes, é recomendado consultar um especialista esotérico para a escolha das mais precisas.

Fase terapêutica

Em fim, quando sabemos aquilo que precisamos e quais cristais usar, devemos compreender como vamos utilizá-lo e ai mais uma vez indicamos a consulta de um bom profissional da área, que indicará a terapia mais apropriada.

Links úteis:

Agora já sabe como destingir tipos de cristais esotéricos, mas em caso de alguma dúvida entre em contacto connosco através do formulário de contacto.

<< voltar à página inicial

manual cristais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *